Transformamos Vidas

Somos todos iguais em sentimentos, mas desiguais em dignidade. A indiferença nos leva à violência, e enquanto uns reverenciam a riqueza, outros, fazem da esperança, sua maior riqueza. Trabalhamos para contrapor essa diferença!

O Projeto Som+Eu é gerido pela ACAP – Associação Cultural Amigos da Providência – organização não governamental sem fins lucrativos, fundada em 2011 com a missão de promover a melhoria da qualidade de vida de crianças e jovens vitimas do desequilíbrio social, integrando-as a um circuito de atividades de desenvolvimento artístico e cultural, como aporte a ações de educação e cidadania, potencializando meios para que esses indivíduos avancem na vida útil e profissional. A associação nasceu no Morro da Providência, na Região Portuária do Rio de Janeiro. Hoje as ações do projeto estão espalhadas em quase todas as regiões do Rio de Janeiro e também no Município de Duque de Caxias.

O Som+Eu oferece aos seus beneficiários a oportunidade de estudarem música gratuitamente e, assim, com o desenvolvimento dos alunos nos instrumentos, participam dos vários grupos musicais, como as orquestras, grupos de choro, violão, sopro e batucada. O objetivo do projeto é que através da vivência artística e sociabilidade gerada, os alunos vão utilizando essa experiência como fator de humanização e cidadania.

Um dos pilares do projeto é a democratização da Música de Concerto, principalmente junto ao público que tem menos acesso a essas atividades, por isso, o Som+Eu mantém um calendário permanente de programações culturais oferecidas à comunidade. Durante todo o ano, os grupos e as orquestras realizam concertos em centros culturais espalhados por toda cidade do Rio e em especial nas escolas da rede pública de ensino.

Desde 2011 colecionamos inúmeras histórias de superação, de crescimento e de significativas mudanças de rumo. Crianças que se desenvolveram como exímios músicos e que também são excelentes alunos na escola formal, adolescentes que chegaram no projeto com questões de mal comportamento e dificuldade de relacionamento entre colegas e professores, e hoje são protagonistas nas atividades e interlocutores entre os recém-chegados , jovens que galgaram uma caminhada no projeto e hoje estão matriculados no curso superior, outros que conquistaram emprego formal, enfim, pessoas que superam suas limitações e avançam, conquistando seus espaços na vida útil e profissional. Além dessas histórias, nos trazem muita alegria as crianças com algum tipo de deficiência que desenvolveram o potencial artístico dentro do Som+Eu e têm hoje uma atuação ativa no processo de musicalização e consequentemente uma melhoria da qualidade de vida. Em 2015 foram mais de 500 alunos impactados.

A família dos alunos e a comunidade participam de maneira ativa nas ações do projeto. Contamos com a mão de obra voluntária de pais, mães, dos próprios alunos e moradores da comunidade na produção dos concertos, saraus e outras ações durante todo o ano. Além disso, o projeto “Atelier Solidário” voltado para geração de trabalho e renda das mães dos alunos, idealizado também pela ACAP para garantir a matricialidade familiar e assim com as mães trabalhando perto de seus lares, é mais um pilar que acreditamos ser muito importante, ver a família participando cada vez mais ativamente na educação dos seus filhos.

+
O PROJETO

O Projeto Som+Eu é gerido pela ACAP – Associação Cultural Amigos da Providência – organização não governamental sem fins lucrativos, fundada em 2011 com a missão de promover a melhoria da qualidade de vida de crianças e jovens vitimas do desequilíbrio social, integrando-as a um circuito de atividades de desenvolvimento artístico e cultural, como aporte a ações de educação e cidadania, potencializando meios para que esses indivíduos avancem na vida útil e profissional. A associação nasceu no Morro da Providência, na Região Portuária do Rio de Janeiro. Hoje as ações do projeto estão espalhadas em quase todas as regiões do Rio de Janeiro e também no Município de Duque de Caxias.

+
OPORTUNIDADES

O Som+Eu oferece aos seus beneficiários a oportunidade de estudarem música gratuitamente e, assim, com o desenvolvimento dos alunos nos instrumentos, participam dos vários grupos musicais, como as orquestras, grupos de choro, violão, sopro e batucada. O objetivo do projeto é que através da vivência artística e sociabilidade gerada, os alunos vão utilizando essa experiência como fator de humanização e cidadania.

+
DEMOCRATIZAÇÃO

Um dos pilares do projeto é a democratização da Música de Concerto, principalmente junto ao público que tem menos acesso a essas atividades, por isso, o Som+Eu mantém um calendário permanente de programações culturais oferecidas à comunidade. Durante todo o ano, os grupos e as orquestras realizam concertos em centros culturais espalhados por toda cidade do Rio e em especial nas escolas da rede pública de ensino.

+
SUPERAÇÃO

Desde 2011 colecionamos inúmeras histórias de superação, de crescimento e de significativas mudanças de rumo. Crianças que se desenvolveram como exímios músicos e que também são excelentes alunos na escola formal, adolescentes que chegaram no projeto com questões de mal comportamento e dificuldade de relacionamento entre colegas e professores, e hoje são protagonistas nas atividades e interlocutores entre os recém-chegados , jovens que galgaram uma caminhada no projeto e hoje estão matriculados no curso superior, outros que conquistaram emprego formal, enfim, pessoas que superam suas limitações e avançam, conquistando seus espaços na vida útil e profissional. Além dessas histórias, nos trazem muita alegria as crianças com algum tipo de deficiência que desenvolveram o potencial artístico dentro do Som+Eu e têm hoje uma atuação ativa no processo de musicalização e consequentemente uma melhoria da qualidade de vida. Em 2015 foram mais de 500 alunos impactados.

+
PARTICIPAÇÃO

A família dos alunos e a comunidade participam de maneira ativa nas ações do projeto. Contamos com a mão de obra voluntária de pais, mães, dos próprios alunos e moradores da comunidade na produção dos concertos, saraus e outras ações durante todo o ano. Além disso, o projeto “Atelier Solidário” voltado para geração de trabalho e renda das mães dos alunos, idealizado também pela ACAP para garantir a matricialidade familiar e assim com as mães trabalhando perto de seus lares, é mais um pilar que acreditamos ser muito importante, ver a família participando cada vez mais ativamente na educação dos seus filhos.

Missão do Projeto

Levar conhecimento cultural e social, através da música, ao maior número de crianças, adolescentes e jovens possíveis, moradores do Morro da Providência e Região Portuária do Rio de Janeiro.

Nossa Visão

Consolidar o Projeto Som+Eu no Rio de Janeiro de forma cultural, social e democrática, deixando um legado importante nesse sentido aos alunos que passam pela instituição, tornando-os pessoas de bom caráter, com uma perspectiva de seu futuro, seja na música ou em outra carreira.